07 de Agosto, 2016

19º Domingo do Tempo Comum (Ano C)

“Vós também ficai preparados” (Lc 12,32-48).

A Palavra de Deus nos convida a refletirmos um tema sempre pertinente e necessário, porém tantas vezes difícil de ser acolhido e aplicado à nossa vida. Neste domingo, somos convidados a pensar sobre o valor de nos mantermos vigilantes e sempre mais atentos, se quisermos estar tranquilos e preparados para uma vida sempre mais autêntica, em consonância com a vontade de Deus. Jesus, no evangelho, aquieta o nosso coração de forma carinhosa e atenciosa ao pedir para não termos medo, nós que somos o seu “pequenino rebanho”. Mas como todo educador, aponta para os riscos de uma vida desregrada que facilmente se torna vulnerável às consequências nada condizentes com o primeiro amor de Deus por nós. JESUS EXPLICA ESTAS COISAS POR MEIO DE PARÁBOLAS, CONVIDANDO-NOS AO DESAPEGO DAS COISAS VÃS, POIS ONDE SE ENCONTRA O NOSSO CORAÇÃO É AÍ QUE ESTAMOS MANTENDO A NOSSA ESPERANÇA E EXPECTATIVA DE DIAS MELHORES. Será que estamos no caminho certo? É preciso maturidade e discernimento. É preciso ter a coragem de, através de muita disciplina e esforço, aprender a renunciar o que nos dispersa e nos atrapalha, a fim de termos fôlego e muita sensatez para agirmos em conformidade com a vontade de Deus. O povo da antiga aliança pôde se manter intrépido, a ponto de alcançar a tão almejada libertação, percebendo o quanto era necessário optar pelas coisas de Deus (1ª leitura – Sb 18,6-9). SE QUISERMOS NOS MANTER VIGILANTES, APRENDENDO A SUPERAR OS DESAFIOS, MANTENDO-NOS CONFIANTES, SUPERANDO OS EMBATES DESTA VIDA E AS TENTAÇÕES DE NOS APEGARMOS AO DESPREZÍVEL E DESNECESSÁRIO AOS OLHOS DE DEUS, PRECISAMOS APRENDER A DOMAR OS NOSSOS IMPULSOS, AS NOSSAS VAIDADES E COMPENSAÇÕES PARA COMPREENDERMOS BEM O QUE É TER FÉ. Deus nos pede isso todo dia. Pediu a Abraão que oferecesse seu único filho em sacrifício. Abraão foi obediente porque teve fé (2ª leitura – Hb 11,1.2.8-19). Mas Deus não deixou que nada de ruim acontecesse ao seu filho. E porque é bom, jamais deixará que nada que seja nocivo toque o nosso coração. É por esta razão que vale a pena ter fé. Vivamo-la por meio da vigilância.

Abraços do Padre Aureliano.




comments powered by Disqus