01 de Agosto, 2017

I Semana de Atualização Teológica para o clero e seminaristas da Diocese de Crato

Teve início na tarde de hoje (01/08) a Semana Teológica promovida pela Diocese de Crato no Centro de Expansão Dom Vicente de Araújo Matos, em Crato. O encontro segue até a próxima sexta feira, dia 4, e reúne bispos, padres, diáconos e seminaristas.
A Diocese de Crato promove nos dias 01 a 04 de agosto uma “Semana de Atualização Teológica”, como parte da formação do clero e seminaristas do 4º ano de Teologia. A iniciativa é organizada pelo vigário geral, Padre José Vicente, o representante dos presbíteros, padre Edson Bantim, e os cinco vigários forâneos.
 
Para as reflexões, dois temas foram escolhidos: a carta do secretário de Estado do Papa Francisco, Cardeal Pietro Parolin, que fala do Padre Cícero Romão e as romarias, e o documento do Papa sobre a vida conjugal e o matrimônio na atualidade. Ambos serão abordados numa perspectiva teológica-pastoral. O intuito, segundo o bispo, Dom Gilberto Pastana, é ajudar na missão do clero, dando-lhes renovado impulso à evangelização, a fim de que o povo continue a crescer e a amadurecer na fé.
 
A primeira palestra, proferida pelo padre Geraldo Luiz Borges Hackmann, do clero da Arquidiocese de Porto Alegre – RS e professor do curso de Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, tratou da carta sobre a reconciliação do padre Cícero, fazendo uma reflexão a partir da “Evangelli Nuntiandi (Anúncio do Evangelho, escrita em 1975, pelo Papa Paulo VI) e Evangelii Gaudium (Alegria do Evangelho, 2013, do Papa Francisco) e da piedade popular. Também citou os Documentos da Conferência de Puebla e sua influência no documento de Aparecida.
 
Outros escritos abordados foram a Constituição Dogmática Lumen Gentium (Luz dos Povos), que fala da Igreja olhando pra si mesma (mistério da Igreja, Povo de Deus, Hierarquia e Leigos, Cristo e Maria). Depois a Constituição Pastoral Gaudium et Spes (Alegria e Esperança), onde a Igreja olha para fora de si, para poder compreender sua missão.
 
A Lumen Gentium é um dos mais importantes textos do Concílio Vaticano II. O texto desta constituição dogmática foi demoradamente discutido durante a segunda sessão do Concílio. O seu tema é a natureza e a constituição da Igreja, não só enquanto instituição, mas também como corpo místico de Cristo. Já a Gaudium et Spes, sobre a Igreja no mundo contemporâneo, é a única constituição pastoral e a 4ª das constituições do Concílio Vaticano II. Trata fundamentalmente das relações entre a Igreja Católica e o mundo onde ela está e atua.
 
Desse modo, à luz da carta do Cardeal Parolin, a fé mariana animou a vida e a cultura do povo romeiro que, há tantos anos, acorrem a Juazeiro do Norte. Do encontro desta fé, nasceu à devoção, manifestada no afetuoso termo “padim”. Entretanto – considerou o padre Geraldo Luiz – na atualidade, esta mesma fé deve passar por formação, de modo à sempre levar o povo a um encontro pessoal com Cristo. A este respeito, os documentos “Evangelli Nuntiandi e Evangelli Gaudium”, que mais expressam a eclesiologia do Vaticano II, isto é, o ramo da teologia cristã que trata da doutrina da Igreja, têm a intenção de ajudar os fiéis a viver a sua fé com alegria e coerência, tomando consciência de que são discípulos e missionários de Cristo, para anunciar e dar testemunho da sua fé e amor.
 
Programação
 
A palestra do padre Geraldo Luiz segue ainda durante a noite desta terça-feira, dia 01. Amanhã, quarta-feira (02), haverá lançamento do livro “Retiros Espirituais: Discernimento Vocacional, Caminho para o Sacerdócio”, do padre José Eliomar Tavares Serafim. Até a sexta-feira (04) a programação continua com mais palestras e celebrações de Santa Missa.
Por: Patricia Mirelly

Fonte: Diocese de Crato
Semana Teológica


comments powered by Disqus