26 de Abril, 2017

Jantar de Páscoa com as pessoas em situação de rua é oferecido na Basílica Santuário

"Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado desde a criação do mundo, porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era peregrino e me acolhestes"; (Mt 25, 34-35)
A alegria foi contagiante na tarde de terça-feira (25) na Casa da Mãe das Dores. Aconteceu um momento de confraternização com as pessoas carentes, assistidas pelo Instituto Monsenhor Murilo - IMM. Foi oferecido um jantar festivo na Praça da Pietá, localizada na parte interna da Basílica Santuário Nossa Senhora das Dores. A irmã Juliana da congregação das Irmãs da Fraternidade o Caminho, interagiu com todos cantando e animando o ambiente. O momento da partilha reuniu mais de 50 pessoas. Numa realidade de difícil aceitação diante da classe social, os moradores de rua foram acolhidos pelo Padre Cícero José, pároco da Basílica Santuário, que falou da satisfação e alegria de estar juntos. Todos foram carinhosamente acolhidos e receberam kits de higiene pessoal e doações de roupas.
Segundo a coordenadora do Instituto Monsenhor Murilo, Divina Fernandes, a Casa da Mãe das Dores tem como missão ser presença solidária e espiritual junto aos moradores de rua, reconhecendo os sinais de Deus. “Nós que fazemos o Instituto Monsenhor Murilo – Casa da Mãe das Dores, temos um compromisso semanalmente com eles. Em 2016 era apenas um encontro por semana e agora, em 2017, estamos com dois encontros semanais. E neste momento estamos comemorando com eles, a Páscoa. Momento de confraternizarmos e partilharmos esse momento de oração, de confraternização, por isso com alegria ceiamos com eles. Enfim é a Páscoa dos irmãos moradores de rua”, concluiu.
A Igreja não pode e nem deve esquecer dos mais pobres e excluídos e se faz presente junto aos moradores de rua.
Porque Cristo vive, nós também viveremos (Jo 14.19). E esse gesto junto com esse povo carente revela que de fato Jesus está vivo e atuante na história que tem sua base em Deus, porque Deus é fiel.
 
 
 
Colaboração: Rosivaldo Pedro
Por: Rozelia Costa

Páscoa das pessoas em situação de rua


comments powered by Disqus