11 de Setembro, 2014

Papa Francisco: “Só com um coração misericordioso poderemos fazer o que Senhor nos aconselha”

O Santo Padre deixou claro que a vida cristã não pode ser auto-referencial mas deve sair de si própria para dar-se aos outros

Só com um coração misericordioso poderemos fazer o que Senhor nos aconselha – esta a mensagem principal do Papa Francisco na manhã desta quinta-feira, dia 11 de setembro na Missa matinal celebrada, como sempre, na Capela da Casa de Santa Marta. O Santo Padre deixou claro que a vida cristã não pode ser auto-referencial mas deve sair de si própria para dar-se aos outros. Só assim será possível amar os próprios inimigos e seguir Jesus.

“ ‘Padre, eu não me sinto capaz de o fazer’ – Bem se não te sentes capaz é um problema teu, mas o caminho cristão é este! Este é o caminho que Jesus nos ensina. E o que devo esperar? Ide pelo caminho de Jesus, que é a misericórdia: sede misericordiosos como o vosso Pai é misericordioso. Só com um coração misericordioso poderemos fazer tudo aquilo que o Senhor nos aconselha. Até ao fim. A vida cristã não é uma vida autoreferencial; é uma vida que sai de si própria para dar-se aos outros.” “Esta é a vida cristã. ‘ Mas Padre, isto é uma loucura!’ Sim. Ouvimos nestes dias, S. Paulo que dizia o mesmo: a loucura da Cruz de Cristo, que não tem nada que ver com a sabedoria do mundo. ‘Mas Padre ser cristão é tornarmo-nos loucos, em certo sentido?’ Sim. Num certo sentido, sim. É renunciar à esperteza do mundo para fazer tudo aquilo que Jesus nos diz de fazer e que se virmos bem, se fizermos um balanço, parece que está em nosso desfavor.”


A generosidade é o caminho de Jesus – continuou o Santo Padre – pois é dar-se a si próprio sem medida. Ser cristão não é fácil mas só o conseguiremos com a graça de Deus e não com as nossas forças – afirmou o Papa Francisco que concluiu a sua homilia propondo uma oração: “’ Senhor dá-me a graça de tornar-me um bom cristão, uma boa cristã, porque eu não consigo’. Uma primeira leitura disto, assusta. Mas se nós pegamos no Evangelho e fazemos uma segunda, uma terceira, uma quarta do Capítulo VI de S. Lucas; façamo-lo e peçamos ao Senhor a graça de perceber o que é ser cristão, e também a graça que Ele nos faça, a nós, cristãos. Porque nós não conseguimos fazê-lo sozinhos”.


Fonte: News.Va


comments powered by Disqus