08 de Agosto, 2016

Segunda-feira da 19ª Semana do Tempo Comum (Ano Par)

“Os filhos estão isentos dos impostos” (Mt 17,22-27).

Após anunciar pela segunda vez o sofrimento que se daria com a sua morte na cruz, Jesus é interrogado acerca do cumprimento da lei que obrigava o pagamento de impostos. Queriam saber se Jesus apenas falava bonito ou se também se preocupava em agir conforme ensinava a lei. Pedro responde aos cobradores de impostos que Jesus, como bom judeu que era, sempre pagava seus impostos. Pedro responde, mas quis saber de Jesus se era certo aquilo. Fazendo comparações, Jesus responde a Pedro que apenas os estrangeiros deveriam pagar impostos, pois os filhos são livres. Falava assim para se referir a Ele próprio como o filho por excelência, pois era o Filho de Deus. Mas para não escandalizar ninguém, orientava a pagar aquele imposto. Não para ser conivente com algo errado, mas para se colocar no lugar do povo pobre que pagava e não tinha como revidar e lutar por seus direitos. Seu falar e seu agir eram sempre coerentes. Por esta razão, Jesus pede a Pedro que pesque um peixe e dele retire uma moeda para pagar o tal imposto. Tirar a moeda de um peixe, quer dizer pagar o imposto do próprio trabalho, mas de maneira honesta e digna. Pedro era pescador. SE CONSEGUIRMOS SER HONESTOS COM AS COISAS DESTE MUNDO, SEJAMOS AINDA MAIS COM AQUILO QUE É DA COMPETÊNCIA DE DEUS. Aprendamos a ter mais competência para Deus, tomando como exemplo o que fazia o profeta Ezequiel (1ª leitura – Ez 1,2-5.24-28c). Os profetas bíblicos, cada um conforme a intimidade que tinha com Deus, realizavam os seus feitos usando a linguagem que melhor se adequasse ao povo. Conforme a leitura, Ezequiel falava a partir de alguns elementos e símbolos para traduzir a sua espiritualidade e o seu compromisso com as coisas santas. Com suas palavras, percebemos o quanto Deus se faz grande e o quanto este profeta se reconhecia pequeno diante de Deus. PREOCUPADOS E ATENTOS COM AS COISAS QUE SÃO IMPORTANTES NESTA VIDA, NÃO NEGLIGENCIEMOS AS COISAS QUE NOS FAZEM GRANDES E IMPORTANTES AOS OLHOS DE DEUS.

Abraços do Padre Aureliano.




comments powered by Disqus