Com o Padre Cícero Romão, compreender e obedecer aos propósitos de Deus

20/10/2018 Por: Aline Salustiano
1.059 visualizações

Ao raiar de hoje, 20 de outubro, romeiros do Padre Cícero Romão lotaram o patamar da Capela do Perpétuo Socorro, em Juazeiro do Norte, para participarem da tradicional missa em sufrágio da alma do “Padrinho”. A Celebração Eucarística foi presidida pelo bispo diocesano, Dom Gilberto Pastana e concelebrada pela equipe de padre da Basílica Santuário, padres diocesanos e padre romeiros.

Em sua homilia, dom Gilberto Pastana acolheu, fazendo referência ao Salmo 121, os padres e romeiros que pela primeira vez participaram da celebração em memória ao “Padrinho”. “Recordando o Salmo podemos dizer: Que alegria quando me disseram vamos à Juazeiro. Vamos eternizar os ensinamentos do Padre Cícero, vamos recordar sua vida, seu testemunho que é fonte de força, espiritualidade, sentido para a vida. É na Casa do Senhor, Casa de Oração, onde encontramos a alegria para viver”, disse.

Com base no Evangelho, que narra o momento em Jesus expulsa vendedores do Templo, o Pastor diocesano reforçou o alerta do Senhor com o cuidado para com os que utilizam a religião em benefício próprio “Nas leituras de hoje, sobretudo o Evangelho, Jesus nos alerta, principalmente nesses tempos, para termos cuidado com aqueles que colocam o poder terreno à cima da vida. Jesus chama “os vendilhões do templo”.  Ele nos diz: ‘não façam da minha casa lugar de comércio”. Não façam da religião um comércio. Não usem a religião para abençoar os seus propósitos individuais, que muitas vezes escraviza as pessoas e tira a liberdade. Cuidado com os vendilhões da fé”, reforçou.

O bispo recordou o aniversário de 104 anos da Diocese de Crato, comemorado hoje, e colocou que “essa Igreja, Povo de Deus” é construída com a participação de cada leiga e leigo diocesano.

Dom Gilberto Pastana finalizou citando uma frase do Padre Cícero Romão e o seu testemunho como exemplo de vida cristã. “ E tendo como exemplo o padre Cícero, que um dia disse: ‘Graças a bondade e misericórdia de Nosso Senhor Jesus Cristo, minha fé, na doutrina ensinada pela Igreja, é viva, inteira e pura, pela qual, ajudado na Graça Divina, darei se preciso for a própria vida’. Que exemplo de obediência do Padre Cícero a essa Igreja espiritual”, concluiu.

 



Galeria de Fotos: