Em Maceió, padre Cícero José participa de encontro com os romeiros

02/12/2018 Por: Aline Salustiano
202 visualizações

Nos dias 30 de novembro e 01 de dezembro, o padre Cícero José da Silva, pároco/reitor da Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores, em Juazeiro do Norte, esteve no Santuário Arquidiocesano da Virgem dos Pobres, em Maceió – AL, participando do Encontro Estadual dos Romeiros de Padre Cícero Romão. O encontro teve a participação especial do bispo emérito da Diocese de Crato, dom Fernando Panico.

Durante a programação do evento, que teve início na tarde do dia 30 de novembro, aconteceu a Celebração Eucarística em memória aos 148 anos de Ordenação do Padre Cícero Romão e dos 23 anos de ordenação do padre José Aloísio Oliveira, nomeado reitor do Santuário Arquidiocesano da Virgem dos pobres.

No dia 01 de dezembro, o encontro teve como pauta as condições referentes a segurança dos romeiros, os problemas com os transportes, as estruturas das pousadas além de refletirem a responsabilidade dos fretantes de veículos das romarias e, na parte espiritual, os ensinamentos do Padre Cícero Romão.

Externando sua alegria em participar do encontro, dom Fernando Panico, relembrou a Carta do Papa Francisco de Reconciliação da Igreja com o Padre Cícero, recebida durante o seu episcopado, e pediu aos romeiros que rezem pela causa do “Padrinho” no Vaticano. “O Papa Francisco escreveu uma carta que retoma um longo estudo iniciado na Diocese de Crato e, levado para Roma, sobre a reabilitação do Padre Cícero. Esse processo, por enquanto, tem um sinal verde, pode continuar em estudo no vaticano para se chegar ao desejado. Pedimos a Deus que esses passos, sobre a reconciliação total da Igreja com o Padre Cícero, sejam dados e a tão esperada canonização. Vamos rezar, pois para Deus, nada é impossível”, enfatizou.

Em sua fala, o padre Cícero José frisou a responsabilidade dos romeiros em viver, nas suas comunidades, o que as experiências das romarias em Juazeiro do Norte causam na vida dos romeiros.  “É bom estar no Juazeiro, mas a experiência vivida na terra do Padre Cícero, deve ser multiplicada, pois, quanto mais se vai para a Juazeiro aumenta-se essa responsabilidade. Quando o padre Cícero escutou de Jesus que ele deveria cuidar do povo pequenino, aquele vilarejo se tornou a grande cidade de hoje. Esta experiência tão rica e tão viva, ensinada pelo padrinho, repito, tem que ser multiplicada com as nossas ações e nosso engajamento na nossa comunidade, assim ela faz mais sentido”, enfatizou.

Frisando os ensinamentos deixados pelo padre Cícero, que foram refletidas no encontro, padre Cícero José indagou aos participantes se as palavras de respeito ao próximo estão sendo colocadas em prática na vida do romeiro. “Eu trago no meu coração, lugar em que a Virgem das Dores nos ensinou a guardar, esses ensinamentos? O coração é lugar das decisões. Se eu trago no coração ela vai provocar mudança na minha vida e onde eu estou. Desta forma, a experiência das romarias deve fazer esse caminho curto, da mente para o coração, porque o coração é a sede das decisões”, colocou.

No final de sua fala, o reitor da Basílica Santuário convidou a todos os presentes para as comemorações dos 150 anos de Ordenação do Padre Cícero e, no momento, anunciou a grande Romaria do povo alagoano, ao Juazeiro do Norte, por conta do centenário da Arquidiocese de Maceió.   “No dia 30 de novembro de 2020 convido vocês para a comemoração dos 150 anos da ordenação do Padre Cícero Romão. Outro momento forte e de encontro acontecerá no dia 13 de setembro de 2019 a grande romaria dos alagoanos, em Juazeiro do Norte, pelo centenário da Arquidiocese de Maceió”, finalizou.



Galeria de Fotos: