Levando vida e esperança: Pastoral da Criança celebra 33 anos de atuação na Diocese de Crato

09/08/2018 Por: Aline Salustiano
407 visualizações

 

Em clima de alegria e agradecimento a Deus, aconteceu na noite de ontem, 08 de agosto, na Paróquia de Nossa Senhora das Dores – Basílica Santuário, em Juazeiro do Norte, a missa em Ação de Graças pela passagem dos 33 anos da implantação da Pastoral da Criança na Diocese de Crato.

A Celebração Eucarística foi presidida pelo ecônomo da diocese, padre Joaquim Ivo, pároco da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, em Crato, e concelebrada pelo pároco/reitor da Basílica Santuário, padre Cícero José da Silva, o Vigário forâneo da forania I, padre José Ricardo e pelo padre Acácio Carvalho da cidade de Jaboatão dos Guararapes- PE.

Em sua homília, padre Joaquim Ivo destacou um trecho da primeira leitura (Jr 31, 1-7) estabelecendo uma relação com o serviço de doação de cada líder da Pastoral da Criança. “Nós ouvimos a primeira leitura da palavra de Deus e ela traz uma frase que nós temos que guardar em nossos corações: ‘com amor eterno eu te amei’. Essa frase o profeta Jeremias fala para nós nesses 33 anos, pois, realmente, só quem tem esse amor eterno pode se doar ao serviço da Pastoral da Criança”, afirmou.

Referindo-se ao Evangelho, que narra o encontro de Jesus com uma mulher que sofre com a doença de sua filha, o celebrante acrescentou: “Essa mulher representa todos nós, líderes da Pastoral da Criança, que estamos aqui, todas as mães que caminham para a recuperação de seus filhos, que em meio a muitas dificuldades, a Pastoral da Criança chega em nome de Jesus Cristo para tocar cada uma”.

No final da celebração o coordenador regional da Pastoral da Criança, Antônio Romildes, lembrou a memória da fundadora Zilda Arns e o trabalho efetivo da pastoral na questão da mortalidade infantil.  “Quando se fala de história da Pastoral da Criança não se pode esquecer Zilda Arns que, em 1983, começou essa caminhada, por necessidade de se combater a mortalidade infantil. Naquela época, de mil crianças que nasciam 83 morriam antes de fazer um ano. Nesse tempo não existia nenhum trabalho com crianças e a Igreja abraçou essa iniciativa. Isso é motivo de muita alegria por conta de tantos resultados positivos”, enfatizou.

Segundo a coordenadora diocesana, Rosijania de Sousa Ferreira, a Pastoral da Criança atua em 40 paróquias da Diocese de Crato e conta com a participação de 4.222 líderes que, além da desnutrição infantil, tem como foco, nos dias atuais, a questão da obesidade, mas a maior dificuldade ainda é a participação de voluntários. “A pastoral da criança está fazendo a sua parte. O nosso maior desafio é a participação de um número maior de voluntário”, considerou.

Após a celebração os membros da pastoral, os padres e a comunidade reuniram-se na Praça da Pietá, parte interna da Basílica Santuário, para o tradicional ‘parabéns’ e corte do bolo.

 

 



Galeria de Fotos: