Na solenidade das Candeias, dom Pastana convida romeiros a serem luz e alerta: “Cuidado com o que é divulgado nas redes sociais”

02/02/2018 Por: Patrícia Silva
435 visualizações

A Basílica Santuário Nossa Senhora das Dores, de Juazeiro do Norte, ficou ainda mais reluzente na manhã desta sexta-feira, dia 2 de fevereiro, com a solene celebração eucarística de Nossa Senhora das Candeias. A missa, presidida às 9h pelo bispo dom Gilberto Pastana, reuniu padres da diocese de Crato e de outras dioceses, que, junto a nação romeira, reviveram a apresentação do Senhor Jesus no templo.

A liturgia do dia convidou os fiéis romeiros a recordarem, com a admiração da Sagrada Família, a revelação do Menino Deus, convidando-os também a entrarem no templo para meditarem o mistério de Cristo.

O bispo ressaltou a atitude de Maria que não guardou Jesus para si, mas o apresentou, relacionando com a temática da romaria desse ano que é realizada em sintonia com o Ano Nacional do Laicato, com o lema “Sal da Terra e Luz do Mundo”. “Acenderemos nossa vela na luz do Senhor, para que transmitamos Sua luz”, expressou.

Dom Pastana disse que a Sagrada Família de Nazaré também era romeira. “Imaginemos a distância de Nazaré para Jerusalém. Quantos dias Maria e José levaram para fazerem esse percurso? No mínimo uma semana, caminhando a pé, levando consigo o autor da vida, levando a luz que chega a todas as escuridões, que chega a todos os locais que nós possamos levar”, continuou.

O bispo ainda destacou a observância da lei por parte de Maria e José, que, sendo pobres, ofertaram ao Senhor, no templo, um casal de pombos, atitude também dos romeiros nos dias de hoje. Para ilustrar, o bispo compartilhou com os romeiros um testemunho, relatado a ele por um dos missionários que fizeram visita aos ranchos na tarde de ontem.

“Durante a realização dos círculos bíblicos, num destes ranchos, um romeiro deu o seguinte depoimento: se apresentou como agricultor e disse: ‘Eu divido o meu roçado. Digo aos meus familiares que uma parte é para toda nossa família e a outra para levar para Juazeiro, é para romaria, é para viagem que faço ao templo, a casa do Senhor’. Naquele momento muitos romeiros chegaram às lágrimas”, disse dom Gilberto, igualmente emocionado, falando de como é bom quando eles vêm a Juazeiro para também se apresentarem ao Senhor, como fizeram Maria e José, para oferecerem suas lutas, suas vidas, vitórias e derrotas, mas também se purificarem e receberem a bênção de Deus, contemplando o Menino Santo.

“Luz para iluminar as nações e glória do teu povo, Israel” (Lc 2, 32), foram palavras proferidas pelo velho Simeão ao receber o menino Jesus e essa luz também foi refletida pelo bispo. “Nesses dias de romaria todos nós temos acendido o pavio de nossa vida, a luz que é Jesus e que devemos levar conosco para nossa comunidade, família, paróquia e diocese. Penso que muitos de vocês voltam para casa com esse acolhimento da luz, com esse recebimento de Jesus como Senhor de nossa vida e história. É necessário que todos nós, que O recebemos, que acolhemos o Senhor, não fiquemos com Ele apenas para nós, mas comuniquemos aos outros, levemos aos outros, partilhemos com eles aquilo que vivemos e sentimos, sejamos também portadores da luz, lembrando que nós não temos luz própria, a luz que levamos e carregamos é a luz de Cristo”, afirmou.

Em suas palavras, dom Pastana também mencionou um ensinamento do padre Cícero que diz: “Oremos e celebremos a Mãe das Dores, por essa pobre humanidade que nem sabe o que faz e nem vê para onde marcha”.

De forma profética, dom Gilberto ainda alertou os romeiros a, como portadores da luz de Cristo, se comprometerem com a verdade e a justiça, sendo criteriosos com o que chega a eles como notícia, em especial nesta era das redes sociais. “Agora é necessário que tenhamos consciência que estamos vivendo em um mundo muito dividido, muito polarizado. Cada um quer impor sua verdade e poucos querem se colocar diante do Senhor, para receber Sua verdade, até mesmo dentro da igreja. Quantos não estão odiando as pessoas, muitos grupos são perversos, falam do papa, condenam o Concílio Vaticano II, não aceitam que a Igreja é dos pobres, não querem que a luz de Jesus ilumine o mundo. Às vezes exigem liberdade, mas se eximem da responsabilidade. Esses grupos são sinais do diabo, por isso causam impactos sociais e eclesiais muitas vezes nefastos, porque são inverdades, sobretudo, nas redes sociais, compartilham vídeos odiosos que não é de Deus e revelam o quanto vivem na escuridão e o quanto necessitam dessa luz de hoje. Cuidado com o que é divulgado nas redes sociais. É preciso rezar por eles, para que a luz penetre em suas vidas, para que eles entendam que Jesus morreu também por eles”, falou.

O bispo concluiu pedindo aos romeiros que voltem para suas cidades com essa convicção, confiando apenas na autoridade da Igreja. “Confiem no que diz o papa Francisco, confiem naquilo que dizem os nossos bispos e não passem a frente essas inverdades que querem abafar a luz. Voltem contando o que vocês viram, ouviram e experimentaram aqui. Certamente Jesus foi apresentado a vocês. A Mãe das Candeias está acendendo em vocês a luz do Senhor. Levem a luz de Cristo aonde estiverem”, completou.

A fala do pastor diocesano está em sintonia com que o papa Francisco alertou na mensagem do Dia Mundial das Comunicações Sociais deste ano, cujo tema trata sobre “Fake News” (notícias falsas).

Segundo o pontífice, esse é tema a ser refletido por todos, pois esse tipo de “notícia”, parece intuitivamente verdadeiro, mas não é. Mais do que isso: são capazes de chamar a atenção dos leitores, apoiadas sobre estereótipos e preconceitos generalizados, e explorar emoções como ansiedade, desprezo, ira e frustração. A difusão destes conteúdos falsos acontece em sua maioria pelas redes sociais, onde ganham visibilidade e tornam seus danos irreversíveis.

Programação

Ainda como programação do encerramento da Romaria de Nossa Senhora das Candeias de 2018, ao meio dia, acontecerá a despedida do romeiro com a bênção do chapéu. Às 17h, todos são convidados a participarem da missa e bênção das velas no largo da Capela do Socorro, seguida da procissão luminosa, a mais bela das romarias de Juazeiro do Norte. A procissão passará pela avenida Leandro Bezerra, rua Santa Rosa, rua São Francisco, rua Padre Cícero, rua Santa Luzia e rua São Pedro chegando a Basílica Nossa Senhora das Dores, onde será concluída a romaria com a bênção do Santíssimo Sacramento e o show pirotécnico.

 

Por: Jornalista Patrícia Silva (MTE 3815/CE)

(http://diocesedecrato.org/na-solenidade-das-candeias-dom-pastana-convida-romeiros-a-serem-luz-e-alerta-cuidado-com-o-que-e-divulgado-nas-redes-sociais/)



Galeria de Fotos: