Presépio da Casa da Mãe das Dores já está exposto para visitação

02/12/2017 Por: Aline Salustiano
427 visualizações

Como todos os anos, a Paróquia de Nossa Senhora das Dores – Basílica Santuário se prepara para celebrar a chegada do Menino Jesus. Neste sentido, encontra-se exposto para visitação na Capela do encontro, a recriação do local em que nasceu o filho de Deus.

Animais, os três reis magos, Maria, José, os pastores, personagens bíblicos envoltos a muitas luzes compõem o cenário que recria o vilarejo de Belém.

Segundo o Pároco Padre Cícero José a montagem do presépio como toda a preparação para o advento significa a celebração do nascimento do verdadeiro amor.   “Nós estamos vivenciando o tempo do advento. Advento que significa está vinda para celebramos a memória do nascimento do filho de Deus. De um Deus que se fez homem e que habitou entre nós, que percorreu o caminho da cruz que morreu e que acima de tudo é ressuscitado. Então a cada ano nós somos convidados a voltarmos ao primeiro amor”, disse.

O presépio da Casa da Mãe das Dores foi preparado com todo carinho para a comunidade de Juazeiro do Norte e para os romeiros que visitam a cidade. A exposição ficará à disposição até o final da Romaria de Nossa Senhora das Candeias, em fevereiro.  Além do presépio a fachada da igreja também recebeu iluminação.

A Origem do Presépio

O termo vem do latim Praesaepe, que significa estrebaria ou curral. Foi criado por São Francisco de Assis em 1223. Ele montou o primeiro presépio em uma gruta, na Itália.

Na época, a Igreja não permitia a realização de representações litúrgicas nas paróquias, mas São Francisco pediu a dispensa da proibição, para relembrar ao povo a natividade de Jesus Cristo.O objetivo de São Francisco era facilitar a compreensão do nascimento de Jesus.

No Brasil, a cena do presépio foi apresentada pela primeira vez aos índios e colonos portugueses em 1552, por iniciativa do padre José de Anchieta.

Fonte: Canção Nova.

 



Galeria de Fotos: