Rumo ao Sacerdócio: Seminarista Antônio Marcus é admitido às Ordens Sacras

16/11/2018 Por: Patrícia Mirelly
170 visualizações

Ano passado, quando requeria a validação do curso de Teologia, em Mossoró, no Rio Grande do Norte, o seminarista Antônio Marcus Dantas Silva (natural de Picuí-PB) conheceu o Padre Antônio Romão, vigário paroquial na Basílica Nossa Senhora das Dores, que lançou um convite especial: fazer uma experiência pastoral em Juazeiro do Norte, terra de missão e romarias.

Acenando positivamente, o seminarista passou um ano na Casa das Mãe das Dores, onde atuou junto às pastorais e em questões administrativas. Depois, foi enviado à Paróquia de Santo Antônio, em Jardim. As duas experiências lhe trouxeram à certeza: ser padre para o povo simples.

“A nossa vocação deve sempre está moldada nesse rosto missionário. E essa característica romeira e missionária [da Diocese de Crato] muito me encanta, porque a maioria dos nossos romeiros, traz, no rosto, a fé em Cristo, a partir da sua simplicidade e expressão de fé. Isso encanta. E é para estes que eu quero ser padre”, garantiu o seminarista.

Na noite desta quarta-feira (14), na Capela do Seminário São José, em Crato, ele viu esse propósito alcançar mais um degrau. E diante do bispo Dom Gilberto Pastana, manifestou-o, publicamente, prometendo doar-se a Deus , ao serviço da Igreja e de seu povo. O rito, chamado de admissão às Ordens Sacras, ocorreu dentro da Santa Missa. Admissão é o primeiro passo em preparação à ordenação e exercício do presbiterado.

“Hoje, nós queremos, então, acolhê-lo em nosso meio, entre aqueles que serão ordenados diáconos. A partir desse dia, deves cultivar, mais intensamente, a tua vocação, depositando a tua confiança no Senhor, respondendo, generosamente, como o profeta: ‘Eis-me aqui. Envia-me!’, exortou Dom Gilberto.

Sinais de verdadeira vocação

A Eucaristia com o rito de Admissão às Ordens Sacras foi concelebrada pelo reitor do Seminário São José, Padre Acurcio Barros, Padre Paulo Sérgio (da equipe de formação) e os padres que acompanharam o seminarista nesse percurso vocacional: Padre Cícero José (reitor da Basílica), Padre Antônio Romão e Padre Luis Carlos (colega no curso de Teologia).

“Tínhamos esse desejo de chegar ao sacerdócio, com a graça de Deus, para ajudar ao próximo. Hoje o vejo, aqui, com esse desejo de doação. Encontrei nele um irmão e uma família diante das tantas realidades que vivemos juntos”, disse Padre Luis Carlos.

Padre Cícero José complementou, recordando a chegada de Marcus à Diocese e a convivência que tiveram: “Foi na Romaria de Nossa Senhora das Candeias, penso que nós, padres, devemos ser garimpeiros de vocação. Então o Senhor me iluminou para convidar o Marcos para vivenciar alguns dias conosco. E ele começou a fazer parte da fraternidade sacerdotal. A convivência se deu muito tranquila e serena. Choramos e rimos juntos. Testemunho que Marcos pode, sim, ser acolhidos em nossa Diocese”.

A Ordenação Diaconal do seminarista Antônio Marcus está marcada para as 18 horas do dia 25 de janeiro [de 2019], na Basílica Nossa Senhora das Dores, em Juazeiro.



Galeria de Fotos: